Sempre soube desse a primeira vez, desde o primeiro olhar, desde a primeira conversa, sim já sabia no que ia dar. E mesmo sabendo, foi com a cara e a coragem, se meter nessa aventura, as duvidas e incertezas são como uma onda forte e violenta que tentam nos destruir com esse tal do ''e se não desse certo? e se alguém se machucasse?'' mas ela pegou esse ''e si'', e guardou la no fundo do baú que é feito sobre medida para acomodar tudo que a tenta paralisar, e depois foi sonhar. 
Sonhar com o amor que sempre quis, com aquele amor visto em filmes ser reproduzido na sua vida, com direito a final feliz com beijo, e ela sonhou, sonho até adormecer e tudo acontecer, não foi justamente como havia planejado, mas se houvesse câmeras para registrar, teria dado um bom filme, com direito a drama, um pouco de comedia e muito romance, o final ainda não se tem, mas pelo visto ela vai continuar sonhando com um bom final, de fazer os telespectadores respirarem fundo e como se em uma brevidade de tempo e momento toda esperança que já não existia mais em cada um de nós voltasse a tona, conforme os pulmões fossem se enchendo de ar, por verem que depois de toda a tempestade a bonança veio, e que finais felizes ainda existem fora das telinhas, que olhar de esperança é possível sim em meio ao caus dessa coisa que chamamos de amor, ela fez o que a gente deveria fazer todos os dias, com cada coisa, situação ou pessoa que recebessem nosso olhar: ela sonhou, sonhou e acreditou e não há nada mais bonito que isso, gente que sonha, acredita e realiza



Arquivo do blog

Feliz do homem que tem sua inspiração, pois a vida é tão bonita quando si vive pra alguém. Tecnologia do Blogger.

Quem tem história também